Está chegando um Novo Ano e com ele a renovação da nossa esperança. Embora 2018 ainda não tenha terminado ou mesmo correspondido com as suas expectativas, a virada de ano representa a oportunidade de fazermos a diferença em nossas vidas por mais 365 dias.

Porém, entra ano e sai ano sem que alguns dos nossos sonhos sejam realizados. E não me refiro aqui, a concluir um ano completamente realizado, pois a realização é um ideal que nunca tem FIM. Até mesmo porque, uma vida plena é sem propósito e perde o seu significado de existir. O bom mesmo é vivermos para o que nos falta, para que possamos valorizar cada nova conquista.

Assim seguimos reinventando nossos passos, para que nos levem a novos resultados. No entanto, a questão é: Por que, às vezes, é tão complicado se alcançar certos objetivos? Sejam eles: Perder peso; Arranjar um emprego; Ser reconhecido e promovido no trabalho; Realizar uma viagem dos sonhos; Manter um bom relacionamento com o cônjuge/filhos etc.

As respostas para essas dificuldades geralmente vão estar na sua mudança de hábitos. E o que devemos fazer para mudar nossos hábitos? Existem “duas formas” de gerar essas mudanças, sendo uma técnica e outra sobre forte impacto emocional.

A mudança sob Forte Impacto Emocional, não funciona como regra, mas pode acontecer ao nos depararmos com o caos. A exemplo: uma pessoa que antes dizia não ter tempo para caminhar, muda seus hábitos após enfartar. Ou uma pessoa que tem dificuldade para emagrecer, começa a perder peso e malhar, ao terminar um relacionamento mal resolvido. No meu caso, mudei o meu comportamento em relação ao trabalho, após meu pai ter enfartado e, ao assumir as responsabilidades de casa, descobrir que estávamos falidos.

Enfim, embora a DOR também possa ser um MOTIVADOR, o ideal mesmo é mudarmos pelo AMOR e o COMPROMETIMENTO com a nossa existência. Afinal, como sempre digo, a vida é muito curta para ser desperdiçada. Por isso, não deveríamos viver de qualquer jeito, evitando a “Síndrome Zeca Pagodinho – Deixa a vida me levar”.

Agora, ao falarmos em mudanças de hábitos em termos técnicos, existem infinitas técnicas, mas vou compartilhar a importância de iniciarmos o ano nos PLANEJANDO de forma CLARA e ESTRATÉGICA.

Antes de continuar a ler, pare e responda mentalmente esta pergunta: VOCÊ JÁ SE PLANEJOU ESTRATEGICAMENTE?

Caso a sua resposta tenha sido NÃO, saiba que você se planeja estrategicamente praticamente todo dia. A única diferença entre você e uma empresa, é que no seu caso o planejamento ocorre de modo informal e não é registrado (por escrito). Mas, comumente, você planeja algumas atividades do seu próximo dia, sejam profissionais, como fazer uma ligação ao cliente, ou pessoais, como levar o filho a uma consulta médica.

Para você compreender melhor, o que quero dizer, reflita que, quando vamos viajar, a depender da quantidade de dias, PLANEJAMOS quantas roupas iremos levar, o valor em dinheiro, qual o melhor trajeto, promoções, milhas, hotéis etc. Já o fator ESTRATÉGICO se dá, quando levamos alguns remédios, caso venhamos a adoecer; roupas de frio, caso venha a esfriar; ou qualquer nova tomada de decisão sobre algo que não saiu conforme planejado. Ou seja, podemos nos prevenir estrategicamente de possíveis ameaças, assim como, contornar os imprevistos.

No entanto, perceba que, quanto menos planejarmos ou partirmos na pressa, maior será a probabilidade de “falhar”. Logo, ao chegarmos no local de destino ou ainda no caminho, será comum dizer: “esqueci a minha carteira do plano de saúde”, “deixei o carregador do celular no quarto”, “não lembrei de trazer a minha escova de cabelo ou de dente” etc.

Posto isto, o que vou propor aqui, é um modo prático e mais assertivo de se atuar, caso você adote este simples hábito de se planejar. Tal proposta serve tanto para a vida pessoal, quanto profissional, variando só o objetivo e as estratégias. Eu uso esse modelo com meus clientes, até para preparar uma reunião ou apenas um diálogo com seu funcionário, filho/filha, esposo/esposa etc. Afinal, até uma comunicação quando planejada, torna-se mais assertiva, uma vez que tudo pode ser dito, a questão é: COMO é dito.

Em resumo, se Planejar Estrategicamente é pensar: O que? Quando? Por que? Como? Diante de um desafio. Agora vou explorar cada ponto.

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

O QUE?
Sempre traga de forma clara e específica O QUE você quer alcançar para poder se planejar melhor. Afinal, toda meta fica mais fácil de ser alcançada quando trabalhamos com posse dos dados e fatos. Logo, não basta traçar como meta 2019 “Quero Emagrecer”, especifique quantos quilos você quer perder. Caso queira comprar uma casa, saiba onde será, quais as dimensões, quanto custa, o valor do financiamento etc. Pois, só assim, você poderá criar o seu Plano de Ações, definindo quais serão os próximos passos a serem adotados para alcançar tais resultados. Quando nossos dados não são claros, fica mais complicado saber por onde começar.

QUANDO?
Tão importante quanto especificar uma meta é estipular um prazo, pois quando não determinamos uma data, os nossos objetivos podem ser alcançados hoje, amanhã, depois ou nunca. Por isso, sempre estabeleça se a sua Meta é de Curto, Médio ou Longo Prazo, definindo uma data para poder desmembrar e metrificar (medir) seus avanços. A exemplo, se você especificou que quer perder 10 quilos, pense agora, em quanto tempo? Caso decida por 5 meses, a sua meta passa a ser em média – 2 quilos por mês, 500 gramas por semana e 70 gramas por dia.

Caso você queira fazer uma viagem, mas o investimento de “8 mil” ainda não caiba no seu bolso. Em vez de desistir, planeje-se em médio ou longo prazo e já comece a dar os seus primeiros e pequenos passos diários. Pois, na maioria das vezes, nos assustamos com o ponto de chegada (8 mil / 10Kg) e abortamos a partida. Mas, se você planejar essa viagem para daqui a 2 anos, verá que terá que economizar “apenas” 333,00 reais pôr mês, 83,00 reais por semana e 11,00 reais por dia.

Ou seja, quando aumentamos os prazos e diluímos as metas, os nossos objetivos tornam-se mais próximos, pois você passa a se apropriar das suas ações diárias, em que talvez economizar os 11,00 reais do dia, esteja somente em diminuir a despesa com o cafezinho, o lanche da tarde etc. Ou vender um “doce” por dia para aumentar a receita. Enfim, tudo é uma questão de visão, organização, determinação, prioridade e persistência.

POR QUE?
Sempre que você criar uma meta e definir um prazo, escreva o porquê do seu objetivo, pois, acredito, que quando o seu PORQUÊ ou o POR QUEM é muito FORTE, o COMO e o DE QUE JEITO você vai alcançar a sua meta, deixa de ser um peso e passa a se tornar prioridade. Mas, lembre-se que, você deve ser honesto(a) consigo mesmo(a). Se o seu propósito for ficar RICO(A), para comprar uma Ferrari ou uma bolsa Louis Vuitton, não se preocupe com o que os outros vão pensar ou se o seu objetivo é “nobre” como o de “salvar a humanidade”. Apenas siga seus sonhos e esteja alinhado(a) com o seu propósito para que ele se torne sustentável. Para manter-se motivado, o seu porquê tem que ser forte e verdadeiro.

COMO?
O como é a parte estratégica. Está contido nos passos que você vai dar para alcançar seus objetivos. Uma vez que a sua meta está mais Clara, com Data Determinada e Validada com um Grande Porquê, ficará mais fácil você decidir de que jeito Agir e o porquê Persistir. Caso tenha optado por EMAGRECER uns 10 quilos no prazo de 5 MESES porquê quer ENTRAR no vestido de noiva, defina seus possíveis passos como: Marcar Nutricionista; Ter acompanhamento psicológico; Fazer caminhada, corrida, pilates e/ou academia; Iniciar uma reeducação alimentar sustentável; Comer mais devagar e em menos espaço de tempo etc.

O importante aqui no COMO, é evitar as desculpas e justificativas, encontrando os meios que se encaixem a sua realidade de vida. Se você for faxineira, faça da sua faxina uma academia para a queima de calorias. Se você sente dores e não pode fazer academia, faça pilates e/ou hidroterapia. Se você está sem dinheiro, faça caminhada ao ar livre e aproveite a “liseira” para manter a dispensa “limpa” (brincadeira). Na verdade, crie novos planos para melhorar a sua vida financeira.

Por fim, use a técnica do THE, que se resume em THE VIRA, pois ninguém disse que seria fácil ter os sonhos realizados. Até mesmo porque, se fosse fácil, todo mundo seria promovido, empresário, magro, rico, bonito, bem sucedido, desenrolado, autoconfiante, comunicativo etc. Nesse sentido, deixaria de existir a lei do maior esforço, em que os que se destacam da maioria – é pela meritocracia.

Desperte o seu Gigante e planeje suas Metas para 2019. Caso queira compartilhar comigo o seu Objetivo, fique à vontade para responder este e-mail.

Márcio Vaz
Palestrante, Psicólogo e Coach
www.marciovaz.net

PS: Caso não queira perder meus textos, cadastre-se no link a seguir para recebê-los por e-mail: http://eepurl.com/cbLNpT 

#Palestras #Psicologia #Pensamento #Coaching  #Comportamento #Gestão #Superação #Motivação #Autoconhecimento #MárcioVaz #Autoestima

Compartilhe: