“Diga-me que tu és, que eu te direi quem serás amanhã” (Profeta Márcio Vaz). Na verdade, não é necessário ser um profeta ou vidente para saber que o seu modus operandi irá definir o seu futuro. Por isso, antes de se vitimizar, observe-se para perceber se seus pensamentos e comportamentos estão condizentes e alinhados com os seus sonhos.

Sempre pergunto aos meus clientes, se ao longo de suas trajetórias, eles têm deixado mais portas abertas ou fechadas? Assim como, se tem construído mais relacionamentos de mãos estendidas ou mãos a lhes puxar os pés? Faz-se importante refletirmos que, somos seres de relações e, quanto mais bem quistos formos, melhor será a nossa jornada.

Até porque, a vida dá voltas e, por vezes, poderemos ter que voltar ao ponto de partida. Logo, nada melhor do que encontrarmos as portas abertas dos locais pelos quais já passamos. Da mesma forma, convivemos com pessoas, sendo melhor construir amigos, pois estes são mais efetivos do que um currículo, quando lhe indicam e vendem com paixão.

Porém, o que mais vejo hoje em dia, são pessoas forçando sua demissão, para se beneficiar em curto prazo, de uma mísera indenização. No entanto, se esquecem de enxergar a longo prazo, o prejuízo que constroem sobre a própria imagem. Sendo, a meu ver, a reputação, um bem maior e irrefutável. Não obstante, também me deparo, com muitas reclamações a respeito das relações interpessoais, em que colecionamos mais inimigos, contribuindo desse modo para um péssimo clima organizacional.

Por isso, reflita do que você tem se cercado ao longo da sua vida. Qual é o seu legado? Sua ausência é do tipo que é notada e faz falta ou é indiferente e traz alivio? Lembre-se, amizade (network) é algo tão importante que, como compôs Roberto Carlos, quem não gostaria de ter 1 milhão de amigos? Afinal, você já imaginou, se tivesse 1 milhão de amigos e, ao passar por uma extrema necessidade, resolvesse pedir para cada um, apenas 1 real? Quanto você teria na sua conta ao final do dia? Até porque, ninguém lhe negaria essa mixaria.

Posto isto, puxe menos cadeiras ou tapetes, e ajude ao próximo a manter-se em pé. Pois acredito piamente, que a semeadura é livre, mas a colheita é certa. Nesse sentido, plante mais amor para colher gentilezas e reciprocidades. Torne-se um ser humano melhor e amplie seu Network – pois bons e vastos relacionamentos são os maiores ATIVOS que uma pessoa pode ter.

Márcio Vaz
Palestrante, Psicólogo e Coach
www.marciovaz.net

PS: Caso não queira perder meus textos, cadastre seu e-mail no link a seguir: http://eepurl.com/cbLNpT

#Palestras #Psicologia #Pensamento #Coaching  #Comportamento #Gestão #Superação #Motivação #Autoconhecimento #MárcioVaz #Autoconfiança #Autoestima  #Empreendedorismo

Compartilhe: