Biografia

Sou oriundo de uma família de classe média, meu pai era executivo e minha mãe professora. Vivíamos em condições privilegiadas, tendo em vista a realidade social da grande maioria. Em 1985 meu pai – que tinha 45 anos – descobre ser portador de Mal de Parkinson, o que o leva – poucos anos depois – a ter que se aposentar por invalidez (pelo “generoso” INSS). Eu tinha nove anos de idade, na época a repercussão da gravidade dessa doença estava longe do meu alcance. Algumas reservas financeiras nos resguardaram por alguns anos, tudo fruto da rescisão, herança e de economias de previdência. Mesmo assim, comecei a trabalhar desde muito novo, mesmo sem que a necessidade batesse em nossa porta.

Aos 15 anos me lancei às vendas externas e apesar da preguiça e malandragem, sempre ocupei posição de destaque. Vaguei por algumas empresas no setor de vendas e gerencial, aos 19 anos fui demitido pela primeira vez de uma empresa, por falta de compromisso com o horário de chegada. Quase um ano depois, retorno a essa mesma firma, sendo que agora na condição de proprietário. Os negócios não andavam bem, numa tentativa audaciosa eu a comprei. Acreditei no que todos ao meu redor desacreditavam, com muito trabalho, esforço e tino comercial, eu juntamente com meu sócio a reerguemos a posição de segunda maior empresa do segmento na capital. Foi um período da vida em que me redescobri e reconheci em mim algo próprio, um desbravador de problemas e empreendedor nato. Passei a traçar metas e planos, meu próximo voo era o projeto de uma nova empresa, porém esta não saiu do papel por conta dos percalços do destino.

Em 10 de outubro de 1998, sofri um acidente por mergulho em águas rasas, que me levou a uma internação pelo período de seis meses em U.T.I – traqueostomizado (respirador mecânico), depois mais dois anos morando fora do Estado para fazer tratamento. Tive como seqüela: tetraplegia. O que me obrigou a vender a empresa e mudar o meu propósito de vida, que se voltou para minha recuperação! Após dois anos e meio de muitas tentativas e frustrações retorno para casa, passando a levar uma vida de rotina e marasmo. Durante dez longos anos, vivi de bem com a vida por conta de minha racionalidade e do meu alto astral, porém, foi um longo período de adaptação em que eu não acreditava ser capaz, haja vista minhas limitações físicas. Não vislumbrava como uma pessoa que só mexia cabeça poderia agregar valor no mercado de trabalho.

Já em 2007, após meu pai ser vítima de enfarto e operado do coração, de súbito, passei por uma noite de reflexão. Após nove anos e meio de lesão e vinte três anos de Parkinson de meu pai, percebi que o meu comodismo nos levaria as ruínas da necessidade. O dinheiro da reserva já estava por um fio e o nosso custo de vida, fixo, no que se refere ao mínimo necessário, já era e é muito alto: dois cuidadores (pois ambos somos dependentes), inúmeras medicações com preços exorbitantes, planos de saúde, suporte de multiprofissionais e despesas do lar, tudo isso que me fez acordar antes que a situação se tornasse periclitante.

Iniciava-se ali (2008) o recomeço de uma nova batalha, onde minhas vitórias traziam-me cada vez mais a perspectiva de sucesso. A autoestima voltou a reinar, passei a reconhecer-me não pelo que aparentava, mas sim pelo que eu representava. Tornei-me fonte de esperança e simbolo de superação destacando-me no que me submeti. Comecei a trabalhar e percebi que o retorno financeiro estava subordinado aos títulos acadêmicos, ou seja, ao nível conhecimento, assim, logo voltei a faculdade e fiz inúmeros cursos para me capacitar. Agora ninguém mais me freava, eu voltara a ser o homem das soluções, aquele que “tudo” provê.

Atualmente (2016), sou Psicólogo formado pela Universidade de Fortaleza – UNIFOR; Personal & Professional Coach certificado pela Sociedade Brasileira de Coaching – SBC e Coach Advanced Practitioner certificado pela Associação Brasileira de Coaching – ABRACOACHING. Atuo há mais de 5 anos com atendimentos voltados para o empoderamento de competências atitudinais. Com expertises da Psicologia e do Coaching – Já ministrei mais de 450 palestras corporativas e motivacionais voltadas para o desenvolvimento pessoal e profissional de alta performance. Sou autor do livro “Minha Boca, Meu Caminhar” que está na sua 4ª edição e é intitulado assim pelo fato de eu digitar com a boca e a profissão ser falar. Estou prestes a lançar minha nova obra “Memórias de Um Palestrante” que fala de persistência e o poder da comunicação, livro este que será prefaciado pelo Dr. Augusto Cury.

Ao longo de 7 anos (2009 à 2015), a cada nova conquista, tive que vencer muitas barreiras que me acorrentavam, sendo estas as psicológicas. Ainda hoje, concebo-me como uma semente em potencial que está sendo bem regada para colher frutos ainda maiores. Com o meu acidente, houve uma mudança brusca em minha vida que me roubou o tempo e o reconhecimento momentâneo de minhas potencialidades. O acordar foi tardio, porém, revitalizador. Hoje sou extremamente produtivo e no que depende do meu esforço para subsistir, carrego o mérito por conseguir. Passei a ter qualidade de vida e vivencio um crescimento constante, pois o meu lema é:

“A Impossibilidade Consiste no Não Tentar”.

Visit Us On TwitterVisit Us On Facebook